O contato com a natureza em Campos do Jordão

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Julho chegou e parece que o inverno esse ano é ligeiramente mais quente. Mas não desanime, que se em São Paulo ainda temos a presença das outras estações, Campos do Jordão deve ser um refúgio para aproveitar mais o friozinho. O município, localizado no Vale do Paraíba, está a 1628 metros de altitude e isso faz com as baixas temperaturas nessa época do ano atraia verdadeiras multidões ansiosas para usarem aquelas roupas de inverno que compramos por impulso e acabam estocadas nos nossos armários tropicais. Combinando isso com uma arquitetura com inspiração suíça, variedade gastronômica e uma boa lareira, de fato, Campos do Jordão merece toda essa fama.

Mas nem só de cerveja artesanal, chocolate quente e rodízio de fondue vivem os visitantes de Campos. A cidade oferece atrações naturais que unem as temperaturas reduzidas e o relevo característico para surpreender com belos mirantes e florestas de araucárias.

Pensando nisso, fomos até lá e fizemos essa listinha charmosa de opções de ecoturismo da cidade. A ideia não é oferecer nada muito aventureiro, só alguns passeios leves para você curtir a paisagem sem precisar trocar o look elegante escolhido para passear na Vila Capivari.

Horto Florestal – Parque Estadual Campos do Jordão

Apesar de ser um pouquinho distante do centro, o Horto Florestal é o passeio imperdível para quem buscar o contato com a natureza. Fundado em 1941, é o primeiro parque estadual do Brasil e conta com paisagens típicas de regiões frias, como a mata de araucárias, os campos de altitude e pinheiros. No outono, as folhagens marrons marcam os visitantes e parecem cenários de florestas temperadas. O lugar ainda conta com trilhas, restaurante, lanchonete, aluguel de bicicleta, parquinho e até um rio. A entrada custa R$ 15 por pessoa (idosos, pessoas com deficiência e estudantes pagam meia) e é tanta atração que já ganhou até um texto próprio aqui no Mundo Logout.

Parque Pico do Itapeva

Se a ideia é aproveitar o benefício da altitude, então o lugar é o Parque Pico do Itapeva. Um pouco acima da cidade, com mais de 1800 metros de altitude, o local proporciona uma vista inesquecível do Vale do Paraíba e de seus municípios. Em um dia de boa visibilidade é possível ver São José dos Campos, Caçapava, Taubaté, Tremembé, Pindamonhangaba, Roseira, Aparecida (e a Basílica), Guaratinguetá, Lorena, Canas e Cachoeira Paulista. Para admirar tudo isso, é só passear pelo confortável deck de madeira, que ainda conta com uma lanchonete em formato de castelo medieval e uma fonte. Um charmoso campo de lavandas completa o visual de quem visita o parque. A entrada custa R$10 a inteira por pessoa e R$20 para estacionar o carro no local (o acesso a pé não é permitido).

Ducha de Prata

Esse é um dos passeios mais tradicionais de Campos, mas não é lá a coisa mais natural. As chamadas duchas foram construídas artificialmente, mas passarelas e decks passam tão perto das quedas d’água que o passeio acaba se tornando bem interessante. Por ficar dentro do perímetro urbano e ainda ser ponto de parada do city tour e dos famosos trenzinhos, às vezes, pode ser complicado encontrar um local tranquilo. Mas a entrada gratuita e a proximidade compensam o risco.

Morro do Elefante

Teleférico no topo do Morro do Elefante, em Campos do Jordão

Se é a primeira vez em Campos do Jordão, então subir o Morro do Elefante dificilmente vai ficar fora do seu roteiro. Para que o passeio fique mais completo, a sugestão é apostar no teleférico para chegar até o cume por R$ 17. Lá em cima, o visitante encontra jardins e bancos para sentar e apreciar a vista da cidade. Como o acesso é muito próximo da Vila Capivari, costuma estar bem cheio durante os fins de semana.

Passeio de Quadriciclo

Quer uma dose de adrenalina controlada? Então um passeio de quadriciclo pela região é uma boa pedida. São várias as agências especializadas onde o visitante pode alugar equipamentos individuais ou para duas pessoas. Mesmo quem nunca pilotou um desses consegue pegar rapidamente o conceito e sair para desbravar as redondezas. De quadriciclo é possível até visitar alguns pontos de difícil acesso para carros comuns, como a estrada que leva para o Pico do Imbiri. Os preços variam dependendo dos locais, mas para o Pico do Imbiri sai em média R$ 230, com duração de cerca de 1h00.

Vista Chinesa

Gostou de conhecer Campos do Jordão, mas chegou a hora de pegar a estrada? Tudo bem, tem mais um lugarzinho que você pode usar para se despedir da paisagem: a Vista Chinesa. Também conhecido como Belvedere, o mirante é um recuo da Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro logo no início de descida da serra. Possui uma linda vista do Vale do Lageado e é uma parada interessante para admirar o entardecer antes de começar a viagem.


Deu para ter uma ideia do que fazer em Campos do Jordão? Então pode se preparar porque a temporada está apenas começando. Já se você é mais aventureiro e quer um contato, digamos, mais intenso com a natureza talvez a solução seja apostar no Complexo da Pedra do Baú, que fica na cidade vizinha, São Bento do Sapucaí. De qualquer forma, a região oferece atrações para todos os gostos. 

Tags

sobre o autor